23/11/2009

De volta ao passado

Fonte: Jornal do Comércio.

A história do Centro Histórico de Porto Alegre contada a partir de onde principia o desenvolvimento: a iluminação pública e as fontes de energia.


Este será o tema da exposição sensorial da Viagem ao Centro da Luz, patrocinada pelo Grupo CEEE/Museu da Eletricidade RS. A inauguração será amanhã. Tudo começou na década de 1830, com postes de iluminação a óleo de baleia. A foto é de 1930 e mostra um carro da Companhia de Energia Elétrica Rio-Grandense....


Foto: CEEE/Reprodução/JC

de volta ao presente... Mas como nem só de passado se vive, foi dada a largada para o maior circuito cultural da cidade. Artistas circenses da Cia. Mundo Paralelo coloriram o lançamento do Festival do Centro Histórico de Porto Alegre, no Paço Municipal, com a presença do prefeito José Fogaça. A presidente da Rede de Amigos do Centro Histórico, Rita Chang, que também preside o Conselho Municipal de Patrimônio Histórico e Cultural, abriu os festejos.

A Abertura do Festival do Centro Histórico





Abertura do Festival desperta a magia do Centro Histórico Foi dada a largada para o maior circuito cultural da cidade. Artistas circenses da Cia. Mundo Paralelo coloriram o lançamento do Festival do Centro Histórico de Porto Alegre, que se realizou nesta quinta-feira, no Paço Municipal, com a presença do prefeito José Fogaça, secretários Municipais, Embaixadores e amigos do Centro Histórico. Um abraço simbólico também emocionou os convidados, quando garis e funcionários da prefeitura vestiram a camisa do festival, que este ano tem como tema a magia, e se organizaram em círculo para homenagear o bairro.

A presidente da Rede de Amigos do Centro Histórico (Amich), Rita Chang, que também preside o Conselho Municipal de Patrimônio Histórico e Cultural (Compahc), idealizadora do evento, abriu os festejos destacando que o bairro é um livro aberto da história dos porto-alegrenses, ``uma recordação viva das nossas vidas’’, disse Rita.


O evento ocorre até o dia 29 de novembro, em todos os centros culturais do Centro Histórico. Todas as atividades são gratuitas.

No discurso de abertura do evento, que pretende colocar o nome do bairro no vocabulário dos moradores da capital e dos turistas, Fogaça revelou-se um apaixonado pela área central da cidade e ainda referendou a importância de restaurar o Centro Histórico tanto estruturalmente, quanto na vida dos porto-alegrenses. “Eu era morador do bairro Petrópolis, mas passei a infância, a juventude e a vida adulta freqüentando o Centro. O centro de uma cidade é o bairro mais importante e assim como para mim, quero que o Centro Histórico seja o segundo bairro no coração de todos os porto-alegrenses.’’ Entre os desafios lembrados pela Amich, está a Copa do Mundo de 2014. ``Com a vinda da Copa, vimos que este é o momento para arrumarmos a casa. Todos ganham com o fortalecimento do turismo, desde dono de restaurante, ao taxista, ao hoteleiro, aos moradores. Todos ganham, a cidade ganha”, destacou Rita. Ela ainda lembrou que os Correios já adotaram o nome do bairro, que foi aprovado por lei em 2008, e que ainda não está na ponta da língua dos moradores, dos turistas, dos empresários e da imprensa.

O papel dos Embaixadores do Centro Histórico também foi explicado. Segundo Rita, o papel dos 26 Embaixadores é propagar o nome Centro Histórico. “Se cada um convencer cinco pessoas de adotarem o Centro Histórico, freqüentarem o Centro Histórico, a rede vai aumentando’’. Para um dos embaixadores, André Martinewsky, o Festival serve como um resgate do Centro Histórico, chegando a autoestima dos porto-alegrenses. “Este é um meio de velorizar a memória da cidade”.

A atriz Ingra Liberato, também embaixadora, considera importante a ação da Amich em promover um festival, pois chama a atenção da população para o novo nome e para o novo conceito do bairro. “Além disso, estimula a preservação, revela um novo olhar para os moradores e para os turistas”. A programação do Festival do Centro Histórico está disponível no site da prefeitura: www2.portoalegre.rs.gov.br/centrohistorico.

O Festival do Centro Histórico conta com o patrocinio da Caixa Economica Federal e do Sindilojas.

20/11/2009

Programação Especial do Festival do Centro Histórico

VENHAM VIVER ESSA MAGIA!!!!!

Click nas Imagens, e confira as atrações do Circuito Cultural do Centro Histórico!









Prefeitura lança Festival do Centro Histórico

Fonte: Portal da Prefeitura, 20/11/2009. Foto:



MEMÓRIA

Com o tema “Magia”, a prefeitura lançou o Festival do Centro Histórico. Dentro do evento, realizado até o dia 29, serão apresentadas diversas atividades culturais e artísticas concentradas na área central da cidade.
O prefeito José Fogaça destaca que a programação é um conjunto de iniciativas da prefeitura a fim de transformar e revitalizar o centro. “O festival é mais uma forma de reafirmarmos nosso amor pelo centro da cidade”, enfatizou Fogaça. É promovido pela Rede de Amigos do Centro Histórico (Amich), com apoio da prefeitura. O evento visa a resgatar a magia dos anos dourados do Centro que é palco das mais diferentes manifestações políticas, sociais e culturais.
A programação inclui apresentações teatrais, palestras, desfile de época, sessão de cinema, roda de chorinho, shows, passeio ciclístico, oficinas, sarau literário, exposições, além da caminhada orientada Viva o Centro a Pé, no sábado, 28.


Centro Histórico - Desde que passou a se chamar Centro Histórico, em janeiro de 2008, a área vive um momento de reconhecimento e reposicionamento para mostrar sua importância. O objetivo é consolidar o Centro Histórico, onde se concentra 82% do patrimônio tombado da cidade, como polo turístico cultural da Capital.

19/11/2009

Atividade para recuperar o Centro Histórico


Fonte: Zero Hora, 19 de novembro de 2009 N° 16160


A ação é da Rede de Amigos para incentivar as pessoas a aproveitar melhor as atrações da área

Entre hoje e o dia 29, quem passar pela área mais central de Porto Alegre fará parte do Festival do Centro Histórico, onde diversos eventos ocorrerão em diferentes locais.

O evento será lançado hoje no Paço Municipal, às 17h30min.ARede de Amigos do Centro Histórico (Amich), presidida pela engenheira civil e produtora cultural Rita Chang, considera que é o momento de recuperar a área e preparar a cidade para a chegada da Copa do Mundo em 2014, transformando o bairro em um pólo de turismo, gastronomia, cultura e negócios.

O objetivo do festival é incentivar as pessoas a irem até o local e, mais do que isso, promover uma mudança de postura e adotar a área como referência para atividades culturais, sociais e políticas de todos os visitantes e moradores da cidade.Atualmente a associação do bairro conta com mais de 500 participantes, incluindo empresas e moradores da região.

O bairro
- Desde agosto, o Centro Histórico virou endereço oficial em Porto Alegre e os Correios passaram a utilizar a nova denominação
- A ideia surgiu em 2006, capitaneada pela presidente do Conselho Municipal do Patrimônio Artístico, Histórico Cultural (Compahc), Rita Chang
- Em setembro daquele ano, foi enviado projeto à Câmara de Vereadores para a aprovação da Lei 10.364, que ocorreu em 22 de janeiro de 2008
- No Centro Histórico concentra-se 82% do patrimônio tombado da Capital


07/10/2009

Shows e Exposição Fotográfica celebram os 140 anos do Mercado Público


A Secretaria Municipal da Produção, Indústria e Comércio (Smic) programou, em parceria com o Sebrae-RS e permissionários do Mercado Público, as atividades que farão parte das comemorações dos 140 anos do estabelecimento mais tradicional da Capital.
Os eventos culturais acontecerão num palco montado no segundo piso do Mercado a partir de amanhã, 7.

O espaço leva o nome de Tempero Cultural, em alusão às misturas entre os sabores e aromas da gastronomia e a diversidade do Mercado Público. "Estamos preparando o Mercado da Copa 2014 com muita cultura, sabores e inovação", disse o secretário da Smic, Idenir Cecchim.

Sob o slogan "Viva esta experiência", o calendário oficial das comemorações está disponível no site http://www.mercadopublico140anos.com.br/ A agenda musical começa com apresentação de Zé Caradípia, amanhã. Veja no quadro abaixo a programação de shows, sempre às 19h.

Agenda:

07/10 - Zé Caradípia (MPB)
08/10 - Filipe Catto (MPB)
14/10 - Dois Por Quatro (Samba e Choro)
15/10 - Rodrigo Panassolo (MPB e Bossa Nova)
21/10 - Panta (Pop Alternativo)
22/10 - Gisele de Santi (MPB)
28/10 - Ale Ravanello (Blues)
29/10 - Rafael Caetano (MPB)


Exposição de fotografias do “1º Concurso Fotográfico do Mercado Público”Inicia hoje, às 18h no Quadrante I, Mezanino do Mercado Público, a exposição fotográfica do “I Concurso Fotográfico do Mercado Público”.
Essa exposição faz parte das atividades do mês de aniversário e é promovida pelo Jornal do Mercado. Mercado Público 140 anos – Viva esta Experiência.







04/09/2009

Centro Histórico no mapa

Fonte: ZH Centro, 04 de setembro de 2009 N° 16084

Em 3 de agosto, o Centro Histórico virou endereço em Porto Alegre. Essa é a data que marca o uso da denominação pelos Correios. A medida consolida um esforço de três anos para fazer o nome entrar de vez no vocabulário porto-alegrense.

A ideia surgiu em 2006, capitaneada pela presidente do Conselho Municipal do Patrimônio Histórico Cultural (Compahc), Rita Chang. Em setembro daquele ano, foi enviado projeto à Câmara de Vereadores. A aprovação da Lei 10.364 ocorreu em 22 de janeiro de 2008.– O objetivo maior é considerar o Centro Histórico como ponto turístico da Capital. É onde está 82% do patrimônio tombado da cidade.


O Centro Histórico de qualquer cidade, reconhecido ou não, é o espaço mais antigo e tem forte identidade local. É o destino que o turista toma para ter uma noção sobre o que é a cidade – explica Rita.

Os comerciantes celebram a decisão. Para o presidente do Sindilojas Porto Alegre, Ronaldo Sielichow, a iniciativa trará benefícios. A entidade já utiliza a nomenclatura em todas as suas correspondências, cartões de visita e site.– A junção de uma palavra simples, mas de grande importância, agrega ao nosso bairro uma nova percepção. Com essa iniciativa, ganha a cidade como um todo, o comércio e os demais setores beneficiados pela atividade turística – explica Sielichow.
O sistema dos Correios já foi modificado para utilizar a denominação. Cabe agora ao porto-alegrense usar o nome para popularizá-lo.

Em novembro, a região será palco do Festival do Centro Histórico. Entre os dias 21 e 28, artistas circenses tomarão as ruas da região, que terá, nesse período, eventos de gastronomia, circuitos culturais, concurso de redação, entre outras atrações. O tema do festival é A Magia do Centro Histórico.

Uma região com personalidade

Fonte: ZH Centro, 04 de setembro de 2009 N° 16084

- Texto enviado por Paulo Hippen, coordenador do Caminho dos Antiquários“Finalmente, o bairro central de nossa cidade recebeu uma identidade. E nada mais justo, pois aqui estão as principais referências culturais e quase todos os prédios tombados da Capital. Numa reunião informal de diferentes estilos (clássico, neoclássico, barroco etc), um colírio para os admiradores de arquitetura, história e arte.


Atrações turísticas como monumentos, museus, o Caminho dos Antiquários, do Livro, passeios a pé, de ônibus e de barco, centros culturais, igrejas, praças, completam esse cenário único.Nada mais justo que o reconhecimento de uma personalidade, adquirida ao longo de mais de dois séculos, que sugere permanência no tempo. Espero que, a partir de agora, todos esses aspectos sejam cada vez mais preservados e revitalizados.


O adjetivo agregado, histórico, tem uma conotação positiva. Afinal, você prefere estar no bairro Bela ou no Bela Vista? No Praia ou no Praia de Belas? Até a cidade tem um adjetivo alto astral: Porto Alegre. Então, está na hora de atualizarmos nossos cartões de visitas, sites, panfletos para identificar o bairro Centro Histórico e valorizarmos o que é nosso. Creio que Porto Alegre vai entrar, de fato, no mapa turístico internacional. Desde o ano passado, tenho a maior satisfação em afirmar que resido e trabalho no Centro Histórico.”


Centro Cultural CEEE Érico Verissímo - Programação de Setembro

CCCEV promove ação para integrar as crianças a Porto Alegre
O público infantil tem a chance de desfrutar de uma ampla programação, que engloba brincadeiras tradicionais, desenhos, narrativas e passeios pelas ruas e praças do Centro Histórico de Porto Alegre, assim como visitas a locais e atividades culturais da cidade.
O quê: Cidade das Crianças.
Apoio: Projeto Monumenta, FUNDARTE e Livraria Bamboletras
Quando: aos sábados, das 15h30 às 17h30.
Quanto: doação de um livro que verse sobre Porto Alegre e as crianças para o acervo da Biblioteca O Continente, do CCCEV.


Coquetel de lançamento do livro Tentavida de Independência do Estado do Rio Grande do Sul: a primeira história da Revolução Farroupilha, reeditado pela Companhia Editorial e organizado pelo pesquisador Mário Rozano.
Quando: 9 de setembro, às 19h.
Quanto: entrada franca.
Patrocínio: Grupo CEEE, Sulgás, Banrisul e Governo do Rio Grande do Sul.
Apoio: Centro Cultural CEEE Erico Verissimo e Instituto Gaúcho de Tradição e Folclore.


50º Sarau com Ritmo Especial
Presidente da Academia de Letras e Artes de Porto Alegre entregará o Troféu Sarau com Ritmo ao compositor de samba Wilson Ney. Leitura de poesias e apresentação musical estão entre as atrações do evento.
Quando: 10 de setembro, às 19h30min.
Onde: Auditório Barbosa Lessa, situado no quarto andar do Centro Cultural CEEE Erico Verissimo, localizado à Rua dos Andradas, 1223, Centro Histórico de Porto Alegre.
Realização: Academia de Letras e Artes de Porto Alegre
Apoio: Centro Cultural CEEE Erico Verissimo
Quanto: um quilo de alimento ou um agasalho


CCCEV e Aliança Francesa trazem show de Eric Vincent a Porto Alegre
Representante da chanson française irá se apresentar no CCCEV no próximo dia 12, conduzindo o público, através da interpretação de canções sensíveis e poéticas, a uma viagem por ritmos variados. A entrada é gratuita.
Quando: 12 de setembro, às 18h.
Onde: Auditório Barbosa Lessa, do Centro Cultural CEEE Erico Verissimo, localizado à Rua dos Andradas, 1223, Centro Histórico de Porto Alegre.
Apoio: Centro Cultural CEEE Erico Verissimo
Quanto: entrada franca.

Gilberto Perin participará de visita acompanhada no CCCEV
No próximo dia 10, das 12h às 14h, fotógrafo irá debater com o público sobre as múltiplas interpretações das imagens e as histórias que envolvem os temas abordados na exposição Conexões Infinitas. A mostra fotográfica fica no Centro Cultural CEEE Erico Verissimo até o dia 19 de setembro e tem patrocínio do Grupo CEEE.

CCCEV – Centro Cultural CEEE Erico Verissimo
Rua dos Andradas, 1223 – Porto Alegre/RS
3226-5342 - 3226-7974 - 32289710

27/08/2009

Viva o Centro Histórico a Pé – Dia 29 de agosto

No próximo sábado
29
/agosto/09
10h às 16h:
FEIRA DO CAMINHO DOS ANTIQUÁRIOS
ANTIGUIDADES / ARTESANATO / ARTES PLÁSTICAS / CULTURA

Viva o Centro Histórico a Pé – Dia 29 de agosto

O que: Caminhada Orientada.

Quando: dia 29 de agosto, sábado. Em caso de chuva será transferido para o sábado seguinte.

Saída: No totem do Caminho dos Antiquários, na Demétrio Ribeiro em frente a Praça Daltro Filho, no encontro das ruas Coronel Genuíno e Marechal Floriano.

Horário: 10h.

Roteiro 29 de agosto: Saída Caminho dos Antiquários, com um ônibus da Carris, até a Praça Dom Sebastião, Igreja Nossa Senhora da Conceição (visita interna), Museu de História da Medicina (visita interna) e Casa Torelly (visita interna). Em seguida, a caminhada segue pela Avenida Independência até a Praça Júlio de Castilhos, onde o ônibus estará esperando o grupo para retorno.

Duração: aproximadamente 2 horas.

Quem orienta: Silvio Belmonte de Abreu Filho, Arquiteto formado pela Faculdade de Arquitetura da UFRGS (1975), Mestre pelo IEDES da Université de Paris I Panthéon-Sorbonne (1979), Doutor em Arquitetura pelo PROPAR-UFRGS (2006).

Inscrições: As inscrições devem ser feitas pelo e-mail vivaocentroape@gmail.com, ou pelo telefone (51)3289.3738. O valor é 1 kg de alimento não perecível. As doações serão encaminhadas a instituições de assistência social do município. Existe um carrinho de supermercado para o recolhimento das doações, no ponto de saída das caminhadas.

Atenção: As inscrições por mail devem ser feitas até às 14h do dia 28/agosto!



Os Caminhos da Matriz em 29 de Agosto


13/08/2009

Agora é oficialíssimo



Paulo Hippen, Coordenador do Caminho dos Antiquários, ficou contente ao constatar que os Correios passaram a adotar a nova denominação de CENTRO HISTÓRICO quando foi orçar uma entrega via SEDEX.

Essa é uma grande conquista para os membros da AMICH e aqueles que vivenciam a qualificação da região.

Agora a mudança está legitimada, e gradativamente as Entidades, moradores, visitantes e turistas irão identificar a região como CENTRO HISTÓRICO de Porto Alegre.

04/07/2009

Castelinho do Alto da Bronze Cultural

O Centro Histórico de Porto Alegre, em 27 de junho, contou com a inauguração de mais um Centro Cultural.
O Castelinho do Alto da Bronze Cultural, na Rua Vasques Alves, esquina com a Rua Fernando Machado já está com as portas abertas!


A Cia Mundo Paralelo aguçou o clima medieval atuando entre as torres do castelo.


Sua arquitetura "medieval", transpira arte e cultura. A abertura oficial superou as expectativas. A magia do Grupo Circence "Mundo Paralelo" inspirou a noite que contou com exposição fotográfica sobre Cuba, apresentação dos PoETs, duo de flautas com Aninha Freire e Cibele Endres, performance cênica de Hugo Varela, Maria Albers, e exposição de trabalhos dos administradores e de seus convidados.

A reabertura de um espaço que está enraizado no imaginário da cidade, é uma iniciativa de sete artistas: Adriana Xaplin, Elen de Oliveira, Lena Kurtz, Lisete Bertotto, Alejandro Velazco, Sandra Santos e Manoel Henrique Paulo.

A obra é uma parceria de ELen de OLiveira com o artista plástico Gerson Marques.

Além de ateliês e oficinas, caracterizados pelo artesanato de caleidoscópios, histórias em quadrinhos, passando pela pintura, pela escultura, pela fotografia e pelo teatro, terão espaços voltados a exposições de arte, saraus literários e apresentações musicais e cênicas.

Para conhecer o Castelinho do Alto da Bronze Cultural, agende uma visita pelo telefone (51) 3779 9896, ou mande um e-mail para castelinhocultural@yahoo.com.

30/06/2009

Sucesso na Praça Júlio Mesquita

"O sábado, 20/06/2009, foi dia de prestigiar mais uma ação para revitalização do Centro Histórico. Encabeçada pelo movimento “VIVA Gasômetro” e pelo “Amigos do Centro Histórico - AMICH”, a ação conseguiu reunir patrocinadores e pessoas interessadas em revitalizar o muro da Praça Júlio Mesquita. O quê? Você nunca tinha reparado que a Praça Júlio Mesquita tem um muro??? Não se preocupe. Você não é o único. O muro estava sujo e bastante afetado pela ação do tempo, por isso não se fazia notar. Originalmente o muro pertencia a uma parte da Usina do Gasômetro que, posteriormente, se transformou na Praça Júlio Mesquita.
Com a revitalização o muro ganhou cor nova e a ação do tempo foi minimizada com uma merecida restauração. Um varal de poemas foi estendido na praça e as pessoas foram chegando aos poucos, tímidas e curiosas. Enquanto liam os poemas, os músicos da Banda Municipal de Porto Alegre iam se ajeitando em cadeiras dispostas no meio da praça. Por volta das 17h30min a reinauguração do muro foi oficializada. A banda apresentou sucessos nacionais e internacionais, dentre eles "A Praça", sucesso de Carlos Imperial que estourou na voz de Ronnie Von nos anos 60 e que tinha tudo a ver com o momento. Quando a apresentação acabou, o público ficou com gostinho de quero mais."


Depoimento de Elaine Jesus, voluntária da AMICH, que se declara Paulistana de nascença, Gaúcha de coração, Paúcha por opção, participa de todas as iniciativas da Rede de Amigos, e ninguém melhor do que ela para compartilhar sua experiência

16/06/2009

Restauração e Cultura na Praça Júlio Mesquita

O Movimento VIVA Gasômetro, os Amigos do Centro Histórico - AMICH e a Fundação Gaia - Legado Lutzenberger convidam a população para uma série de atividades que acontecerão no próximo sábado, dia 20 de junho.

Apartir das 09 horas da manhã, e durante todo o dia, a praça estará revestida com o Varal de Poesias, o qual contará com poemas de Lisete Bertotto e de Jorge Mautone, e estarão sendo lidos e compartilhados entre osparticipantes.

As 17h com a presença de autoridades, representantes de ONGs, organizadores e público em geral, será realizada a cerimônia de entrega do muro restaurado pertencente a antiga Usina do Gasômetro, e que hoje está localizado na Praça Júlio Mesquita com apresentação da Banda Municipal de PortoAlegre.



O evento contará ainda com as exibições dos seguintes filmes documentários: "Pequena História das Capitais ", "Personagens do Centro Histórico" e "Lutzenberger, For Ever Gaia".
Promoção e Iniciativa de recuperação do muro:
Movimento VIVA Gasometro, Amigos do Centro Histórico - AMICH

Patrocínio:
BASF/Suvinil
DMLU
KROMA Restauros

Apoio:
SMAM
SMC

15/06/2009

Palestra ministrada por Rita Chang
Dia: 18 de Junho
Hora: 9h 30min
Local: Câmara Municipal de Porto Alegre, Plenário Otávio Rocha

Um antiquário nada antiquado

12/06/2009, ZH Centro


PAULO HIPPEN, Coordenador do Caminho dos Antiquários


Alguém que vive o Centro em sua plenitude só poderia estar engajado em valorizar essa área. À frente da feira Caminho dos Antiquários, Paulo Hippen, 43 anos, tem sua vida concentrada na região: é onde trabalha, vive, se exercita e encontra os amigos.
Foi em Novo Hamburgo, sua cidade natal, que abriu a primeira loja de antiguidades e, posteriormente, transferiu-a para o Centro Histórico de Porto Alegre, sua cidade do coração. A dedicação a esse ramo já dura 20 anos com a colaboração do sócio Sidnei Dichuta.
– Sou um antiquário, mas não sou antiquado, vivendo com intensidade o meu presente – afirma.
Há dois anos, Hippen passou a residir na Rua Duque de Caxias.
Além de comerciante, ele define-se como um apaixonado por arte, vida, preservação da história e da natureza, cultura, animais, diversão, amigos verdadeiros, família, música e esportes. Conheça um pouco mais sobre a relação de Hippen com o Centro na entrevista a seguir.
ZH Centro – Como você definiria a região em uma palavra?
Paulo Hippen – Histórica.
ZH – Qual a rua mais charmosa?
Hippen – A Duque de Caxias. ZH – Qual sua lembrança mais remota do bairro?
Hippen – O Viaduto Otávio Rocha.
ZH – Como é o vizinho ideal?
Hippen – Simpático, gentil e discreto.
ZH – O que mudaria no bairro?
Hippen – A rede elétrica pública, de aérea para subterrânea, e resgataria uma linha do bonde histórico, para fins turísticos.
ZH – Se tivesse de escolher uma trilha musical para a região, qual seria?
Hippen – Canto com a Isabela: Porto Alegre é Demais. E Kleiton e Kledir acertaram em cheio: “Deu pra ti, baixo astral, vou pra Porto Alegre, tchau!”.
ZH – Como Porto Alegre seria sem o seu bairro?
Hippen – Sem história e sem personalidade. O Centro Histórico é o berço de Porto Alegre.
ZH – Conte uma história legal sua com o bairro.
Hippen – Quando chegamos aqui, tínhamos um sonho de adquirir uma casa no Centro Histórico para abrigar a nossa loja. Conseguimos um sobrado de 1921 e o restauramos mantendo todas as características originais. Ficou um cartão-postal.
ZH – Como você imagina o bairro no futuro?
Hippen – Imagino todos os prédios conservados, ruas ajardinadas, mais segurança, o Cais do Porto transformado num ponto turístico e a rede elétrica subterrânea.
As dicas de Paulo:
Um recanto escondido: “Não está nem um pouco escondido, mas muitos deixam de curtir os aromas, o charme, a beleza e os bons preços do Mercado Público.”
Um restaurante: “No Centro Histórico se destacam vários restaurantes. Sem querer ser injusto, cito o do Clube do Comércio.”
Um detalhe para observar: “A arquitetura antiga, especialmente do século XIX e do início do século XX.”
Um lugar para caminhar: “A orla do Guaíba. O local é revigorante e está ficando cada vez mais bonito.”
Um evento imperdível: “A Feira do Caminho dos Antiquários, todos os sábados, das 10h às 16h, na última quadra da Rua Mal. Floriano e na Praça Daltro Filho.”

15/05/2009

Preservação de Praças do CENTRO HISTÓRICO de Porto Alegre

20 de Maio
Dia Nacional do PESCAR
A ação acontecerá das 8h às 12h
Praça dos Açorianos Limpeza do Lago
Novas mudas de árvores



Praça Daltro Filho
(Caminho dos Antiquários)
Limpeza da Praça
Plantação de flores e folhagens


O Dia Nacional do Pescar em Porto Alegre será comemorado com ações de cidadania e educação ambiental. Um mutirão envolvendo Jovens do Projeto Pescar - unidades das Lojas Renner, Sudeste, Sheraton, Stemac, Weinmann e voluntários da AMICH – Rede de Amigos do Centro Histórico de Porto Alegre irá renovar a Praça dos Açorianos e a Praça Daltro Filho.
Rita Chang, Presidente da AMICH, lançou a idéia em uma Palestra sobre Educação Patrimonial na Unidade Weinmann, enfatizando as riquezas do Centro Histórico de Porto Alegre. Motivados, novos voluntários se mobilizaram para ajudar na preservação das Praças.
Para limpar o Lago da Ponte Pedra, será utilizada uma balsa.
A Praça Daltro Filho, será renovada com o plantio de flores e folhagens embelezando o local onde acontece todos os sábados o Caminho dos Antiquários.
Os jovens estarão no local mobilizando a população para cuidar da nossa cidade, preservar as áreas verdes, assim, o meio urbano ganha qualidade, valorizando o patrimônio público, para tornar possível o desenvolvimento sustentável. Se cada cidadão fizer a sua parte, teremos um Centro Histórico mais limpo e bonito.

17/04/2009

Centro Histórico de Porto Alegre na Grécia

Fonte: Zero Hora, 17 /04/09 - RSVIP


RITA CHANG, presidente do Conselho Municipal do Patrimônio Histórico Cultural de Porto Alegre, segue liderando o movimento de valorização da área central.

Ela criou a Amich – Rede de Amigos do Centro Histórico de POA, ONG que congrega pessoas e entidades que apoiam iniciativas para melhorar a região. Recentemente, a Amich promoveu um ato de educação patrimonial e limpou a fachada do edifício Hermann, na Rua da Praia.

A repercussão positiva foi tão grande que já estão sendo planejadas outras ações, inclusive a edição 2009 da Semana do Centro Histórico, programada para agosto.

Para contar todas essas iniciativas, Rita embarca na segunda para a Grécia, onde apresentará o Projeto Centro Histórico de Porto Alegre–Resgate Afetivo como Polo Comercial e Cultural na Conferência Internacional sobre Vulnerabilidade Cultural do Século 20, com apoio da Unesco.




URBANISMO - Mobilização por edifício



Agredecemos muito a participação dos voluntários: Analino Zorzi, Iara Lucia Vargas, Fernando Guaspari, Ayres Cerutti, Marilin, Cézar Buzatto, Rita Chang, Liana e Maria de Lourdes.

Fonte: Zero Hora, 17/04/09 - Caderno Centro

Menos de 10 dias após a remoção de cartazes de publicidade da fachada do Edifício Hermann, na esquina da Rua da Praia com a Uruguai, as paredes externas do prédio já se encontravam sujas novamente.

Em função disso, a Rede de Amigos do Centro Histórico (Amich), que fez a faxina no local no dia 25 de março, promoveria outra limpeza no dia 16 de abril. Desta vez, os participantes colocariam na parede um aviso de que é proibido colar cartazes no local.– Falta conscientização. Mas esperamos que agora o pessoal não cole mais cartazes – disse Rita Chang, presidente do Conselho Municipal do Patrimônio Histórico e Cultural e uma das coordenadoras da Amich.

Em maio, a entidade planeja ações semelhantes na Praça da Matriz e nas paradas de ônibus do Centro. O Edifício Hermann foi construído na década de 1940 e teve como último proprietário a Vasp. De estilo eclético, tem as paredes de granito e está desativado desde a falência da companhia aérea.

14/04/2009

AMICH em AÇÃO

Vamos finalizar a limpeza da fachada do Ed. Hermann e colocar uma placa incentivando a população
a cuidá-lo!

Quando: 5º. feira, 16 de abril, das 10h às 12h.
Onde: Rua dos Andradas esq. Rua Uruguai.
Quem: Voluntários AMICH, ICOMOS e DMLU.

27/03/2009

AMICH em AÇÃO


Voluntários trabalham na limpeza de prédios históricos da Capital
Ação é desenvolvida pela Rede de Amigos do Centro Histórico

Na véspera do aniversário de Porto Alegre, um grupo de voluntários começou um trabalho para revitalizar uma das áreas mais importantes da cidade. Eles estão limpando prédios históricos do centro da Capital.
A primeira ação, desenvolvida pela Rede de Amigos do Centro Histórico, foi em um antigo prédio construído na década de quarenta, que começou a ser redescoberto graças ao trabalho de voluntários que acreditam no potencial turístico e econômico do centro de Porto Alegre.
— A gente espera que a partir disso aqui o pessoal cuide e não cole mais cartazes. Que as pessoas se sintam compromissadas com a cidade que é a nossa casa mais ampla — comenta a presidente do Conselho Municipal do Patrimônio Histórico Cultural, Rita Chang.
Fonte: http://www.zerohora.com.br/ - PlantãoAtualizada em 25/03/2009 às 20h26min

23/03/2009


AMICH em AÇÃO: Preservando o Patrimônio Histórico!!!


Quando: dia 25 das 11hs até terminar
O quê : lavagem com água , sabão e espátula
Onde : esquina da Uruguai com a Rua da Praia, em frente às Lojas Americanas.
Quem: voluntário(a)s da AMICH
VOCÊ FAZ A DIFERENÇA, a sua participação é IMPORTANTÍSSIMA!!!

Convide um(a) amigo(a) e venha participar desta Ação na Semana dos 237 anos de Porto Alegre.

A transferência dos camelôs, além de ter dado um espaço digno para trabalharem, devolveu o espaço aos pedestres, estimulando-os à um novo olhar sobre o Centro Histórico.
A AMICH, conectada com as melhorias, resolveu dar um presente na Semana de Porto Alegre, deixando-o mais aprazível.
O prédio abaixo , na esquina da Uruguai com a Rua da Praia, bem no coração do Centro Historico , faz parte do Patrimonio Cultural de todos os portoalegrenses.
Por isso, estamos propondo uma limpeza para a retirada dos cartazes, melhorando a visual deste prédio tão importante !

12/02/2009

Transformação no CENTRO HISTÓRICO de Porto Alegre

Foto: Ronaldo Bernardi/ Zero Hora

Zero Hora, 12 de Fevereiro, Informe Especial:

A propósito de camelôs

Provocada pela pergunta feita ontem pela Página 3 – Até quando as ruas do Centro ficarão imunes à agilidade dos camelôs? –, Rita Chang, presidente do Conselho Municipal do Patrimônio Histórico Cultural (Compahc), primeiro faz uma correção, explicando que o bairro hoje deve ser chamado de Centro Histórico. Depois, ela diz que é preciso que as pessoas abram a mente, evitando atitudes pessimistas e compreendendo que a área mais antiga e mais rica em história e patrimônio arquitetônicos da Capital está sendo recuperada para todos.

19/01/2009

A mídia, Formadores de Opinião, Instituições e Sociedade já utilizam a denominação correta?

No dia 22 de Janeiro fará 1 ano que entrou em vigor a Lei Municipal 10364/2008 que altera a denominação do antigo Bairro Centro para CENTRO HISTÓRICO de Porto Alegre.

O Centro Histórico sempre existiu, porém oficializá-lo teve como objetivo valorizar de fato as Riquezas Históricas e Culturais, possibilitando um novo olhar a área mais antiga da cidade .

É preciso CONHECER, para AMAR, para CUIDAR, pois só se preserva aquilo que se ama.

Várias ações já foram realizadas. Em Agosto de 2008 aconteceu a Semana do Centro Histórico, com grande sucesso de público e de Mídia, propiciando um novo olhar à este espaço. Em seguida, foi criada a AMICH- Rede de Amigos do Centro Histórico de Porto Alegre - Brasil, para agregar pessoas na busca de melhorias à região. Em novembro, Rita Chang foi até o Ministerio do Turismo, tentando conseguir recursos federais para a melhoria das calçadas, cameras de segurança e iluminação.

Em 2009, várias obras serão finalizadas, como o Camelódromo, a estação do Trensurb, o Centro Cultural da Caixa Economica Federal, a abertura da Gen. Camara, a Praça da Alfândega, a reforma do Chalé da Praça XV, trazendo novas e significativas melhorias para o Centro Histórico.